Psicogenealogia

A Psicogenealogia se originou com as observações clínicas da psicóloga Anne Ancelin Schützenberger, na França, na década de 70, e desde então, vem sendo estudada e pesquisada.

As situações vividas por nossos pais, avós, bisavós (e assim por diante) podem influenciar a forma como vivemos hoje. E a Psicogenealogia é uma maneira de olhar para essas histórias e entender como influenciam a nossa vida.

A Psicogenealogia une a Psicologia e a genealogia, ou seja, analisa a árvore genealógica buscando os dilemas familiares, as histórias transmitidas, as datas que se repetem no sistema familiar, enfim, nos dá um conhecimento sobre situações marcantes para toda a família que são transmitidas de gerações em gerações e que muitas das vezes não nos damos conta e guiam nossas escolhas.

IMG-20200318-WA0097
20200213_225241-1

Gisella Mouta Fadda

Psicóloga

Psicóloga clínica, Doutora (2020) e Mestra (2015) em Psicologia pela PUC Campinas, é especialista em Psicoterapia Humanista/Fenomenológica/Existencial pela Universidade FUMEC (2013). Possui formações em Constelações Familiares (2018), em Focalização pelo The Focusing Institute de New York (2015) e em Ludoterapia Humanista Centrada pelo Instituto de Psicologia Humanista de Brasília (2012).